Apoio Institucional consolida o Observatório

Em sua XIII edição, o Observatório da Discriminação Racial, LGBT e Violência contra a Mulher renova o compromisso com as instituições governamentais e não governamentais no apoio e participação efetiva na prevenção e enfrentamento das discriminações e desigualdades, em especial, de raça, orientação sexual, identidade de gênero e violência contra mulher, para além do Carnaval.

O Observatório da Discriminação Racial, LGBT e da Violência contra Mulher realizado pela  Prefeitura Municipal do Salvador, através da Secretaria da Reparação (SEMUR) e da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) conta como parceiros institucionais os órgãos da PMS envolvidos na Operação Carnaval,  como SALTUR,  SECULT, GCMS - Guarda Civil Municipal, SEMOP, SEMPS, SEDUR e TRANSALVADOR. Defensoria e o Ministério Público da Bahia, o Conselho Municipal das Comunidades Negras - CMCN, o Conselho Municipal da Mulher - CMM, o Conselho Municipal do Carnaval – COMCAR, Associação Baiana dos Camarotes – ABC,  a Polícia Militar do Estado da Bahia através do seu Núcleo de Religiões de Matriz Africana (NAFRO/PM), Secretaria de Segurança Pública/Ba – SSP/Ba, Polícia Civil, a Ordem dos Advogados da Bahia (OAB/Ba) através da Comissão Especial de Promoção da Igualdade Racial; a  Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, de Políticas para as Mulheres,  Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e a Universidade  do Estado da Bahia, Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa/Ba, e a Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial.

Organizações privadas também validam a missão desta política pública e apoiam esta edição, como os Shoppings Barra, Piedade, Center Lapa, Salvador Shopping e Centro Universitário Unijorge.

 

Denúncias

WhatsApp: (71) 98622-5494

Site: http://observatorioracialelgbt.salvador.ba.gov.br/denunciar